Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2009

Pontinhos de dança!

Imagem
(imagem Clara Andermatt -Canto do Cisne)






(imagem C.Koen Broos)

"Não conquistes o Mundo e percas a alma. A sabedoria é mais valiosa que o ouro e a prata"

grafitti no metro de NYC



“A dança é a mãe de todas as Artes”

Curt Sachs (1901-1959)




"O ritmo, a respiração, os sentidos, a imaginação, o corpo, as emoções, as sensações, a criatividade, nós, os outros...
Deixar sentir para fazer dançar"

Amálgama



“Sentindo frio na minha alma convidei-te para dançar”

autor anónimo


"Técnica é naquilo em que se cai quando se esgota a inspiração”

Rudolfo Nureyev (1938-1993)



(imagem Al S.Carlos)



“Depois das actividades que asseguraram aos primeiros povos as necessidades materiais básicas – alimentação e abrigo – a dança veio logo a seguir. É o primeiro escape para a emoção e o início das artes…”

ROBERTO GUTIERREZ: DE ANTOFAGASTA PARA LISBOA

Imagem
(imagem by WestSideStory)


Roberto Gutierrez, nasceu no Chile, na cidade nortenha de Antofagasta, junto ao deserto de Atacama.
Veio de Madrid para Lisboa, em 1988, em busca de trabalho. Mas não só. Veio conhecer o nosso país porque tinha cá um amigo, Rodrigo Pasten, que era bailarino na Companhia Nacional de Bailado (CNB).
Começou por fazer aulas na CNB e partipar em alguns espectáculos mas como não lhe deram um contrato em tempo útil foi dançar no Casino Estoril.
“O meu primeiro espectáculo foi 'Showperman', em que se apresentava José Luís Mosqueira, um actor espanhol que já conhecia de Madrid. Durante os próximos três anos fiz mais três produções. Era um trabalho relativamente fácil. Era quase como estar permanentemente de férias em Cascais pois só se trabalhava à noite. O maior problema era ter que levantar as bailarinas, que eram todos inglesas, de 1,90m de altura”.
Durante esse período participou em espectáculos televisivos tais como “Jogos Sem Fronteiras”, “Parabéns” (do He…

Peggy Konik - Seduzida pela dança !

Imagem
(imagens alceu bett by Portugal)


Peggy Konik, foi o rosto de “Lento para Quarteto de Cordas” (tendo como parceiro o bailarino Rui Alexandre), a primeira peça que Vasco Wellenkamp criou para a Companhia Nacional de Bailado, na qualidade de director do grupo.


Depois de um período em que, involuntariamente, se viu afastada dos palcos, a bailarina francesa regressou em força e sente-se bem preparada para novos desafios.

“Danço desde muito pequena, com quatro ou cinco anos fui seduzida pela Dança. Foi qualquer coisa que eu escolhi sem escolhar... creio que já a tinha em mim!

Nascida em Rouen, onde o pai, Jean-Pierre Ruffier, era director e coreógrafo residente do Teatro das Artes e a mãe, Bernadette Ferrasse, era bailarina principal da companhia, depois do nascimento de Peggy ela parou cerca de um ano e meio mas retomou a sua carreira por mais uns poucos anos.

“Eu vi algumas fotos de ambos nas suas actividades artísticas mas é uma memória que não guardo pois nunca os vi dançar em cena”.

So…

Gagik Ismailian - um coreógrafo que não pára!

Imagem
O nome de Gagik Ismailian é bem conhecido do público português, sobretudo como bailarino do Ballet Gulbenkian (BG). Começou por fazer parte do elenco do grupo ainda jovem com o apelido Ismaily. Durante cerca de duas décadas, desempenhou muitos papéis principais em obras de coreógrafos tão emblemáticos como Barry Moreland, Heinz Sporeli, Peter Sparling, Elisa Monte, Christopher Bruce, Milko Sparembleck, Joseph Rousillo, Johnathan Lunn, Carlos Trincheiras, Lar Lubovitch, Hans Van Manen, Louis Falco, Nacho Duato, Jiri Kilian, Vasco Wellenkamp e Olga Roriz. Com estes dois últimos criou nada menos que 16 obras originais, tendo, inclusivamente, coreografado os seus primeiros trabalhos de parceria com Roriz. Após deixar aquele grupo, em 98, com o qual ainda mantém um forte vínculo afectivo (a sua esposa é bailarina principal do BG), acabou por permanecer em Portugal, país onde nasceram os seus dois filhos: Daniel com dez e Chloé com quatro anos de idade. Nascido no Irão, Gagik Ismalian, come…

Roman Vassiliev: em Portugal

Imagem
(imagem e notícia da revista de dança de Portugal)


De nacionalidade russa, Roman Vassiliev nasceu em 1979, em Syktyvkar, onde estudou dança numa escola privada entre os 8 e os 10 anos. Prosseguiu e os seus estudos na Escola Coreográfica de Perm, durante cinco anos, e, posteriormente, na Escola do Ballet de Hamburgo, na Alemanha.

Participou em várias competições internacionais tendo recebido o 3º Prémio no XXIV Prémio de Lausanne (Suíça) e uma bolsa de estudo para a Escola do Ballet de Hamburgo, foi finalista do Concurso Internacional de Perm (Rússia) e recebeu um 3º Prémio no Concurso Internacional de Varna (Bulgária).
Iniciou-se como profissional no Teatro de Ballet e Ópera de Syktykvar, (1996-1997), onde dançou os bailados “D. Quixote” (Basílio), “O Quebra-Nozes” (O Príncipe), “Paquita”, “O Corsário” e “La Bayadère”. Depois foi solista do Ballet de Leipzig (1998-2000), tendo interpretado obras de Uwe Scholz (“América”, “Suite”, “Die Shopfung”, “Brandenburg” e “Sinfonia Clássica”) e de…

14ª edição do Festival Internacional

Imagem
(imagem e notícia Dança Brasil)
14ª edição do Festival Internacional


Durante nove dias o Recife vai se transformar na capital da dança. Terá início nesta sexta-feira (23) a 14ª edição do Festival Internacional de Dança do Recife (FIDR), que este ano vai trazer 17 espetáculos nacionais e quatro companhias francesas. A ação integra o Circuito Brasileiro de Festivais Internacionais de Dança e faz parte do calendário oficial do Ano da França no Brasil.

Na noite de estreia o grupo francês Malka vai unir brasileiros e franceses no espetáculo ‘Meia Lua’. A apresentação é exclusiva aos convidados e começa a partir das 20h no Teatro de Santa Isabel.

Durante o dia duas ações prometem chamar a atenção do público em vários pontos do Recife: “Sinais de Dança” e o “Vídeocidade”. No primeiro, bailarinos de dança contemporânea e Hip Hop de diversas companhias locais vão se apresentar em sinais de trânsito de grandes avenidas, no começo da manhã (das 7h às 9h) e no início da noite (das 17h às 19h), convi…

Programação para Outubro -São Paulo

Imagem
Programação para outubro

COMPAGNIA TARDITO RENDINA
Espetáculo: Circhio Lume.
A turnê brasileira da Compagnia Tardito Rendina é fruto da parceria entre Regione Piemonte, Associação Ponte entre Culturas de Minas Gerais, Istitutos Italianos di Cultura do Rio de Janeiro e de São Paulo e conta, ainda, com o apoio da Galeria Olido, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo; do Centro Coreográfico e da Secretaria Municipal de Cultura de Rio de Janeiro. A turnê integra o projeto Palco Itália – Festival Ponte entre Culturas, que tem o objetivo de promover o intercâmbio entre artistas, grupos e agentes culturais da Itália e do Brasil.
Circhio Lume é uma escrita por “círculo”, não narrativa, que utiliza linguagem em equilíbrio entre o trágico e o grotesco, ligeiramente forçada e clownesca.
| Galeria Olido – Sala Paissandu. Centro. Dia 6, 21h. Grátis.


DEL BRAVO HASTA LA PATAGÔNIA
Cia. Cumbre de Dança. Dir.: artística: Isaura Guzman. Coreografia e concepção: Alex Kiton e Isaura Guzman. Com Adria…

Bienal Internacional de Dança do Ceará chega a sétima edição em outubro

Imagem
(imagem e matéria da Secretaria da Cultura do Ceará)

Bienal Internacional de Dança do Ceará chega a sétima edição em outubro



Os espetáculos e programação formativa acontecerão no período de 16 a 26 de outubro. São mais de 60 atividades, com toda a programação gratuita.


Em outubro, Fortaleza, Sobral e Juazeiro do Norte recebem a VII Bienal Internacional de Dança do Ceará. Bailarinos e coreógrafos de mais de 30 companhias do Brasil e de mais sete países vão estar nos palcos e em espaços diversos com espetáculos e ações formativas. Do Brasil, a Bienal terá a participação do Ceará, São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Minas Gerais. A Bienal recebe ainda companhias da França, Cabo Verde, Argentina, Alemanha, Portugal, Guiana Francesa e Finlândia. São mais de 60 atividades, com toda a programação gratuita. Os espetáculos e programação formativa acontecerão no período de 16 a 26 de outubro. Antes disso, de 13 a 17, haverá o III Fórum Latino-Americano de Videodança. Em novembro, de 24 a…

Guivalde de Almeida

ALGUMAS COMPANHIAS DE BALLET

Imagem
Balé da Cidade de Sao Paulo

O BALÉ DA CIDADE DE SÃO PAULO é a companhia de dança oficial de uma das maiores metrópoles do mundo e – como a Cidade – possui forte personalidade cosmopolita.

Fundada como companhia de dança clássica em 07 de fevereiro de 1968 pelo Prefeito Faria Lima, com o nome de Corpo de Baile Municipal, tinha como proposta acompanhar as óperas do Teatro Municipal e se apresentar com as obras do repertório clássico. Seu diretor era Johnny Franklin, e a primeira apresentação pública da companhia foi em 11 de Setembro de 1968 para acompanhar a ópera, e em 06 de abril de 1969 fez sua primeira apresentação como Corpo de Baile.

Em 1974, sob a direção de Antonio Carlos Cardoso, Iracity, Cardoso e Marilena Ansaldi, a companhia assumiu o perfil de dança contemporânea que mantém até hoje. Apresentando coreógrafos como Vitor Navarro, Oscar Araiz, Luis Arrieta e o próprio Antônio Carlos, o BALÉ DA CIDADE era uma presença destacada no cenário da dança sul-americana. Peças memoráveis …