segunda-feira, 31 de outubro de 2011

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Ballet Municipal de Maringá

Ballet Municipal de Maringá: corpo de dança desfila peças conhecidas no Reviver; "Sagração da Primavera" é um dos destaques




O Ballet Municipal de Maringá apresenta hoje diversas coreografias de balé clássico, neoclássico e de repertório no Teatro Reviver dentro do projeto Convite à Música. O grupo é formado por quatorze bailarinas, com pelo menos sete anos de experiência, do curso livre de balé clássico mantido pela Secretaria de Cultura.
O programa traz os solos dos balés de repertório "Lago dos Cisnes", "Esmeralda", "La Bayadere" e "Dom Quixote", o balé clássico "Poeta e Camponês", com coreografia de Elisângela Donadelli e os neoclássicos "Libertango", "Modena", "Fuego", "Celine", "San Francisco" e "Aquarius", também com coreografia assinada por Elisângela.

Neste ano, o grupo já se apresentou durante todo o mês de junho no próprio Convite à Dança. O programa foi praticamente o mesmo. Na noite de hoje haverá apenas o acréscimo do balé de repertório "La Bayadere".
"Foram apresentações que reuniram um bom público e esperamos que as pessoas também compareçam hoje para acompanhar nosso trabalho", diz Elisângela. Em junho, foi a primeira vez que o Ballet de Maringá, criado em 1987, participou do projeto.
Na semana que vem, o Convite à Dança receberá o Ballet de Londrina com "A Sagração da Primavera", com música de Stravinsky e coreografia calcada na clássica criação de Nijinsky O espetáculo de dança contemporânea abriu a última edição do Festival Internacional de Teatro de Londrina (Filo).
O Ballet Municipal de Maringá atende atualmente cerca de cem bailarinas com idades entre entre sete e 19 anos. O curso livre já formou mais de 30 bailarinas.Totalmente gratuito, o curso tem duração de dez anos e abre vagas para crianças de sete a dez anos todos os finais de ano.
As aulas acontecem na Casa de Cultura do Jardim Alvorada e no Brinco da Vila. Informações sobre o Ballet Municipal de Maringá podem ser obtidas na Casa de Cultura do Jardim Alvorada ou pelo telefone 3901-2218.


Cia de Ballet estreia no Municipal de Niterói

Estreia neste final de semana, no Municipal de Niterói, o espetáculo ‘ognaT’ com a Companhia de Ballet de Niterói. Com criação e direção coreográfica de Clébio Oliveira e músicas de Astor Piazzolla, Carlos Gardel e Juan Alba, ‘ognaT’ trata-se de uma leitura antropofágica do tango antes do ritmo/dança se tornar da maneira como é conhecido atualmente.

Bienal Internacional de Dança

O Theatro José de Alencar recebe hoje, a partir das 20 horas, as atividades da abertura oficial da Bienal Internacional de Dança do Ceará
A Bienal Internacional de Dança do Ceará celebra 15 anos de atividades que vão além das performances em cima do palco. Durante esse tempo, o evento conquistou não só a fidelidade do público cearense, mas formou parcerias importantes que proporcionaram a inserção da dança contemporânea no Interior do Estado e um intercâmbio com companhias e artistas de outros continentes.

Até o dia 6 de novembro, 91 companhias de dança locais, nacionais e internacionais se revezam em diferentes palcos na Capital e também em cidades do Interior, levando espetáculos inéditos ou remontagens tanto para públicos leigos quanto para entusiastas da linguagem dos movimentos corporais.

O evento cearense integra o circuito brasileiro de festivais internacionais de dança no Brasil, ao lado de outros realizados no Rio de Janeiro, Minas Gerais e Pernambuco, que se constitui em uma porta de entrada, no País, para companhias estrangeiras. Tanto é, que a França marca presença no festival há 15 anos, a África já recebeu a programação da Bienal, enquanto Bélgica, Itália, Israel e Argentina são pátrias de origem de coreógrafos e bailarinos que compõem a programação do festival cearense ao lado de companhias locais e nacionais.









Todo o trabalho não só de divulgação da dança, mas de formação, que a Bienal prima em realizar, está documentado em diferentes formatos que serão lançados também na noite de hoje. Trata-se do livro "Bienal Internacional de Dança do Ceará - Um Percurso de Intensidades", da segunda edição da revista OlharCe e da série de programas de televisão "Terceira Margem".

O legado construído pela Bienal, mais do que registrado para a posteridade, está em plena atividade. Pode ser visto, por exemplo, na graduação em Dança da Universidade Federal do Ceará (UFC), uma demanda que percorria os círculos de discussão fomentados pela mostra. Está presente ainda no Fórum de Dança e nos cursos técnicos. "A Bienal trabalha com articuladores que são pensadores e artistas", frisa David Linhares.

A proximidade com os espaços de pensamento e reflexão se estendeu ainda na programação da mostra deste ano com os Colóquios de Dança, que antecederam a abertura oficial da Bienal, e foram encerrados ontem. "Essa parceria com a Universidade é algo único, não existe iniciativa semelhante no Brasil", ressalta David Linhares.

Porém, a grande realização apontada pelo idealizador do projeto da Bienal é mesmo a possibilidade de levar a dança para outros municípios cearenses por meio do CirculaDança. Como o nome sugere, a iniciativa promove a difusão de espetáculos para plateias de outras cidades, aliada ainda a trabalhos de formação em dança. Para tanto, conta com apoio do Banco do Nordeste (BNB), e já abrange, além da Capital, outros 10 municípios (Paracuru, Guaiúba, Aracati - Canoa Quebrada, Sobral, Limoeiro do Norte, Itapipoca, Juazeiro do Norte, Barbalha, Crato e Nova Olinda) que também receberão os espetáculos do festival.


Minc e Volvo apresentam Escola do Teatro Bolshoi em Curitiba/PR


04/11/2011
Com o patrocínio do Ministério da Cultura e Volvo, a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil apresenta o balé "Giselle" em Curitiba/PR.
Local: Teatro Positivo
Data: 04/11/2011  
Horário: 20h30

De 1º a 13 de novembro de 2011 será realizada a 4ª edição do Festival Contemporâneo de Dança de São Paulo, contemplado em 2008 com o prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) pela produção, difusão e formação em dança.
A intenção do festival, desde sua criação, foi aproximar o público à diversidade de propostas artísticas recentes, tanto em nível nacional, como internacional. Como forma de estreitar laços entre produções, artistas e públicos, o FCD considera essencial o compartilhamento do conhecimento propiciado pelas oficinas ministradas durante a programação, e fundamentalmente, a possibilidade de reflexão sobre os rumos e os desafios da dança contemporânea.
A direção artística do evento é da coreógrafa Adriana Grechi e a direção geral de Amaury Cacciacarro Filho. Essa edição será realizada no Centro de Dança Umberto da Silva, na Galeria Olido, e no Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo. Todas as atividades do festival são gratuitas.

Aniversário de Fundação do Bairro de Vila Zelina

30/10/2011

 A Cia. Jovem da Escola Bolshoi realiza apresentação no evento comemorativo de aniversário de fundação do Bairro de Vila Zelina, em São Paulo. Serão duas apresentações, dia 29 de Outubro às 19h no Ginásio Poliesportivo do Colégio Franciscano São Miguel Arcanjo, o ingresso será convertido em uma ação social e será trocado por 1kg de leite em pó mais 1 (um) brinquedo e doado a instituições carentes da região. O evento do dia 30 de outubro às 12h na Rua Tobaiaras será aberto ao público. Mais informações através do site http://www.amoviza.org.br/