segunda-feira, 30 de abril de 2012

Paul McCartney - Ocean's Kingdom (interview)

Paul McCartney é indicado ao ''Oscar da dança''

Moscou - O ex-Beatle Paul McCartney foi indicado nesta terça-feira aos prêmios ''Benois de Danse'', espécie de Oscar da dança, por sua primeira composição para o mundo do ballet, a faixa ''Ocean''s Kingdom''.

Segundo as agências russas, o anuncio foi feito por Regina Nikiforova, diretora do festival moscovita, que, por sua vez, chegará a sua 20º edição neste ano.

''Tentamos escolher os melhores entre os melhores'', disse Regina em entrevista coletiva, citada pelas agências locais.

Os prêmios serão entregues no próximo dia 22 de maio, no lendário Teatro Bolshoi de Moscou, que abriu suas portas em outubro de 2011 depois de seis anos de reformas.

Indicado na categoria de Melhor Compositor, McCartney prometeu comparecer à cerimônia de entrega dos prêmios, afirmou a diretora do festival.

O ex-Beatle, que já tinha composto uma composição para música clássica, apresentou sua primeira peça musical para dança em setembro, pouco antes da exibição de gala do ballet de Nova York, em outubro.

Paul McCartney--Ocean's Kingdom ballet premiere

domingo, 29 de abril de 2012

Dançar faz bem para o corpo e para a mente. E, de quebra, ainda é uma prática que pode colaborar muito para perder alguns quilinhos e manter a boa forma. Além disso, dançar constitui uma alternativa perfeita para quem deseja cuidar do corpo, mas não consegue se adaptar ao ambiente ou rotina das academias de musculação.

A atividade movimenta o corpo todo, fortifica a musculatura e aumenta a autoestima. O bom humor impera durante as aulas, que facilitam e propiciam o contato entre os “dançarinos”. Sem contar que, em geral, as pessoas se sentem muito mais estimuladas para frequentar as aulas de dança do que para ir a um treino de musculação. Então, já que a dança só traz vantagens, por que não começar a praticar?

Aproveitamos o Dia Internacional da Dança e selecionamos três ritmos diferentes e muito animados para você conhecer e, quem sabe, começar a ensaiar os primeiros passos. Para nos ajudar nessa descoberta, o TodaEla conversou com alguns professores de dança especialistas em cada um dos ritmos. Não deixe de celebrar essa data









O Dia Internacional da Dança é comemorado no dia 29 de abril e foi instituído pelo Comitê Internacional da Dança da UNESCO em 1982. Mesmo sendo uma data celebrada há anos, ainda é desconhecida para grande parte do público em geral.

No Brasil, esse dia especial tem ganhado mais espaço nos últimos anos. Artistas e profissionais da dança comemoram a data para divulgar o movimento, criando uma mobilização que visa ressaltar a importância dessa expressão nos meios culturais e buscar um maior incentivo de políticas públicas.

O dia foi escolhido em homenagem a data de nascimento do dançarino francês Jean-Georges Noverre (1727-1810), famoso por quebrar os padrões instaurados no estilo de dança do seu tempo. Com suas ideias vanguardistas, Noverre atribuiu expressividade, sutileza e novos movimentos à execução dos passos.




O Dia Internacional da Dança é comemorado no dia 29 de abril e foi instituído pelo Comitê Internacional da Dança da UNESCO em 1982. Mesmo sendo uma data celebrada há anos, ainda é desconhecida para grande parte do público em geral.

No Brasil, esse dia especial tem ganhado mais espaço nos últimos anos. Artistas e profissionais da dança comemoram a data para divulgar o movimento, criando uma mobilização que visa ressaltar a importância dessa expressão nos meios culturais e buscar um maior incentivo de políticas públicas.

O dia foi escolhido em homenagem a data de nascimento do dançarino francês Jean-Georges Noverre (1727-1810), famoso por quebrar os padrões instaurados no estilo de dança do seu tempo. Com suas ideias vanguardistas, Noverre atribuiu expressividade, sutileza e novos movimentos à execução dos passos.

Matéria e fotos de "Tribelas"

Dia Internacional da Dança ou Dia Mundial da Dança e Ballet

Dia Internacional da Dança ou Dia Mundial da Dança e Ballet


Olá!

Hoje temos grandes comemorações, vamos participar!

O Dia Internacional da Dança ou Dia Mundial da Dança comemorado no dia 29 de abril, foi instituído pelo CID (Comitê Internacional da Dança) da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) no ano de 1982.

Ainda é uma efeméride nova e até mesmo desconhecida para muita gente, pois começou a ser realmente lembrada no Brasil nestes últimos anos. Cada vez mais, no entanto, artistas e profissionais da área reconhecem que é importante celebrar a data para, inclusive, dar maior visibilidade à dança, lembrar-se de sua importância e de suas demandas.











Ao criar o Dia Internacional da Dança a UNESCO escolheu o 29 de abril por ser a data de nascimento do mestre francês Jean-Georges Noverre (1727-1810). Ele ultrapassou os princípios gerais que norteavam a dança do seu tempo para enfrentar problemas relativos à execução da obra. Sua proposta era atribuir expressividade a dança por meio da pantomima, a simplificação na execução dos passos e a sutileza nos movimentos. Noverre se destaca na história por ter escrito um conjunto de cartas sobre o balé de sua época, “Letters sur la Danse”.

Por coincidência, entre os brasileiros a data também pode estar associada ao aniversário de uma personalidade de indiscutível importância: Marika Gidali, a bailarina que, com Décio Otero, fundou o Ballet Stagium em 1971 em São Paulo, para inaugurar no Brasil uma nova maneira de se fazer e apreciar dança.

O Dia Internacional da Dança é importante como mais um espaço de mobilização em torno deste assunto. Alguns dos objetivos desta comemoração é aumentar a atenção pela importância da dança entre o público geral, assim como incentivar governos de todo o mundo para fornecerem melhores políticas públicas voltadas à dança.

Enquanto a dança tem sido uma parte integral da cultura humana através de sua história, não é prioridade oficial no mundo. Em particular, o professor Alkis Raftis, então presidente do Conselho Internacional de Dança, disse em seu discurso em 2003 que "em mais da metade dos 200 países no mundo, a dança não aparece em textos legais (para melhor ou para pior). Não há fundos no orçamento do Estado alocados para o apoio a este tipo de arte. Não há educação da dança, seja privada ou pública".

(fonte wikpédia)