terça-feira, 22 de maio de 2012

A coreógrafa Olga Roriz,

A coreógrafa Olga Roriz, 56 anos, é a vencedora da edição 2012 do Prémio União Latina. Esta é a primeira vez que o prémio distingue uma personalidade da área da dança.











A notícia foi confirmada pela própria coreógrafa que, em declarações ao PÚBLICO, disse que “o prémio distingue também a dança, numa altura em que as artes parecem excluídas da vida quotidiana”.

Olga Roriz, que prepara neste momento a remontagem, na Companhia Nacional de Bailado e no Ballet Teatro Guaíra (de Curitiba, Brasil), da sua coreografia Sagração da Primavera, estreada em 2011, diz que o prémio “tem um sabor agridoce”: “É prestigiante, e de louvar, mas não nos podemos esquecer do momento estranho que as artes vivem neste momento ”. Por isso, “a surpresa” é tanto maior, porque “permite esquecer essa ambivalência”.

A situação de que fala tem exemplos muito concretos, como é o caso da perda eminente de espaço de trabalho. Olga Roriz foi informada de que a sua companhia, que parte no sábado para Macau onde apresentará, no centro cultural da cidade, a criação de 2007, Nortada, deverá abandonar em Setembro as instalações que ocupava há dois anos na Rua da Prata. A seguradora Tranquilidade, com quem havia estabelecido um protocolo de cedência de espaço que lhe permitia abrir o espaço a aulas e residências artísticas de outros criadores, decidiu ali construir um hotel.

A coreografia A Cidade, com estreia em Outubro em Viana do Castelo, seguindo-se depois a digressão nacional, será a última que a coreógrafa ali vai poder criar.

O prémio, no seu décimo aniversário, distinguiu já o cineasta Manoel de Oliveira, o ensaísta Eduardo Lourenço (que presidiu este ano ao júri), o arquitecto Álvaro Siza Vieira, o ex-Presidente da República Mário Soares, a helenista Maria Helena da Rocha Pereira, o historiador José Mattoso, o actor e encenador Luís Miguel Cintra, o pintor Júlio Pomar, o arquitecto paisagista Gonçalo Ribeiro Telles e a escritora Lídia Jorge.

A cerimónia de entrega do prémio será dia 29 de Maio, no Instituto Camões, em Lisboa, presidida pelo secretário de estado dos Assuntos Europeus, Miguel Morais Leitão.

Tiago Bartolomeu Costa, crítico de artes performativas, escreve regularmente sobre teatro e dança no blogue Teatro Público.




Segundo disse à Lusa, Maria Renée Pareja Gomes, representante da União Latina, o júri do galardão, presidido por Eduardo Lourenço, decidiu atribuí-lo a Olga Roriz "pelo desempenho de uma obra artística, como profissional e criadora reconhecida internacionalmente".
Até 2008 designado por Prémio da Latinidade ‘Troféu Latino’, passou em 2009 a ter o nome de Prémio da Latinidade ‘João Neves da Fontoura’, ministro dos Negócios Estrangeiros brasileiro a quem se deve a criação da União Latina como organização internacional.
Com este Prémio criado em 2002, a União Latina visa homenagear uma personalidade ou instituição que se tenha distinguido, pela sua obra, na difusão da Latinidade, nos domínios artístico, literário ou científico.
Nascida em Viana do Castelo, Olga Roriz, 56 anos, estudou ballet clássico e dança moderna com Margarida Abreu e Ana Ivanova, ingressou na Escola de Dança do Conservatório Nacional de Lisboa e tornou-se primeira bailarina do Ballet Gulbenkian, onde foi depois convidada para coreografar. Criou a Companhia Olga Roriz em 1995.
Nas edições anteriores foram galardoados o cineasta Manoel de Oliveira, em 2002, o ensaísta Eduardo Lourenço, em 2003, o arquitecto Álvaro Siza Vieira, em 2004, o ex-Presidente da República Mário Soares, em 2005, a investigadora de estudos clássicos Maria Helena da Rocha Pereira, em 2006, o historiador José Mattoso, em 2007, o actor e encenador Luís Miguel Cintra, em 2008, o artista plástico Júlio Pomar, em 2009, o arquitecto paisagista Gonçalo Ribeiro Telles, em 2010, e a escritora Lídia Jorge, no ano passado.
Fundada em 1954, a União Latina é composta por 36 Estados de língua oficial ou nacional românica e tem como objectivo promover a reflexão sobre os valores culturais e linguísticos do conjunto da comunidade latina e a consciência da identidade cultural comum destes povos.
De acordo com Maria Renée Pareja Gomes, também membro do júri, a sessão solene de entrega do Prémio da Latinidade terá lugar no Instituto Camões, a 29 de Maio, com a presença do ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas.


Fonte:Alertas do Google sobre Ballet)

Ballet do Teatro Bolshoi começa turnê nos Estados Unidos e Canadá

O ballet do Teatro Bolshoi começou, nesta terça-feira, 15, uma turnê, que se estenderá até o dia 10 de junho, pelos Estados Unidos e pelo Canadá. Os bailarinos farão 22 apresentações das peças mais notáveis do grupo, informou o diretor artístico da companhia, Sergei Fili.

O Bolshoi ficará duas semanas no Canadá e duas semanas nos Estados Unidos. Segundo Fili, a atuação será acompanhada por orquestras, como a Orquestra Sinfônica de Toronto, a Companhia de Ópera Canadense e o Ballet Nacional do Canadá.

As exibições no Canadá terminarão na capital Ottawa, onde acontecerão cinco apresentações do ballet “Don Quixote”. Nos Estados Unidos, o Bolshoi estará inicialmente em Washington, com o espetáculo “Coppelia”, posteriormente o ballet Lagos dos Cisnes será apresentado por cinco vezes.


(Fonte - Diário da Rússia)

domingo, 13 de maio de 2012

«O Lago dos Cisnes» Ballet Estatal Ucraniano

«O Lago dos Cisnes» Ballet Estatal Ucraniano

CAE PortalegreDe: 2012-05-25 a 2012-05-25
Horários: 6ª22h00
O Lago dos Cisnes, um clássico do bailado mundial, leva-nos, através de uma impressionante coreografia, para um maravilhoso conto de fadas. Nesta história inesquecível, a jovem rainha Odette é vítima do feitiço do terrível bruxo Von Rothbart, que a transforma em cisne e só lhe permite adotar uma forma humana durante a noite. O feitiço acabará apenas quando um homem lhe jurar amor eterno?

Esta obra única é representada pela Companhia de Ballet Estatal Ucraniana, captando a essência, a beleza da história e a harmonia da música eterna de Tchaikovsky, que apresenta mais de 30 artistas em palco.

Grupo/Bailarinos: Ballet Estatal Ucraniano
Endereço: Praça República 39, 7300-109 PORTALEGRE
Concelho: Portalegre
Distrito: Portalegre
Telefone: 245307498
URL: caeportalegre.blogspot.com

Alicia Alonso entre nominados ao Prêmio Príncipe das Astúrias









(Prensa Latina) A diretora do Ballet Nacional de Cuba (BNC), Alicia Alonso, sobressai entre as 39 candidaturas ao Prêmio Príncipe das Astúrias das Artes 2012, que serão anunciadas hoje na cidade espanhola de Oviedo.

Prima ballerina absoluta e coreógrafa do BNC, Alonso aparece em uma lista junto aos pintores Jasper Jones (Estados Unidos) e Paula Rego (Portugal), o arquiteto norte-americano Frank O. Gehry e o desenhista industrial francês Philippe Starck.

A proposta da lendária bailarina cubana apresentou-se em diversas ocasiões a este galardão, a última delas na passada edição, na qual também figuravam os nomes da pintora lusa e do desenhista francês.

Entre as candidaturas remetidas à Fundação Príncipe das Astúrias, procedentes de 25 países, destacam também as do músico italiano Claudio Abbado, a cantora mexicana Chavela Vargas, o Circo do Sol e o Teatro Bolshoi.

Os membros do júri do prêmio, dotado com 50 mil euros e a reprodução de uma escultura de Joan Olhou, iniciaram a véspera suas deliberações e nesta quarta-feira farão público seu veredito.

O galardão das Artes concede-se à pessoa, grupo de pessoas ou instituição cujo trabalho na arquitetura, cinematografia, dança, música, escultura, pintura e demais expressões artísticas constitua uma contribuição relevante ao patrimônio cultural da humanidade.

Esta é a primeira das oito distinções internacionais que convoca anualmente a Fundação Príncipe das Astúrias, que neste ano cumprem sua XXXII edição.

O diretor de orquestra italiano Riccardo Muti foi o último condecorado com este lauro, com o que também têm sido distintos Woody Allen, Miquel Barceló, Paco de Luzia, Bárbara Hendricks, Santiago Calatrava e Vittorio Gassmann, por só citar alguns.

Os prêmios correspondentes a 2012 serão entregues pelo príncipe Felipe de Borbón, em uma solene cerimônia que terá lugar em outubro próximo no teatro Campoamor de Oviedo, capital do Principado das Astúrias.

ocs/edu/bj

«A Bela Adormecida» - Ballet Estatal Ucraniano de Jarkov

«A Bela Adormecida» - Ballet Estatal Ucraniano de Jarkov

Coliseu do Porto De: 2012-05-23 a 2012-05-23
Horários: 4ª21h30
A Bela Adormecida converteu-se, juntamente com outras obras de Tchaikovsky como O Lago dos Cisnes e ?O Quebra-Nozes num dos bailados mais espetaculares e representativos do ballet clássico, e é representado por companhias de todo o mundo. Nesta ocasião, o Ballet Estatal Ucraniano de Jarkov, uma reconhecida companhia com vasta experiência, apresenta este espetáculo repleto de elegância e romanticismo.

O argumento deste bailado, embora conte a história da princesa Aurora e o seu profundo sonho, tem como fio condutor o conflito entre as duas forças; o bem (Fada dos Lilases) e o mal (Carabosse). No entanto, o terceiro acto centra-se nos diferentes bailes da corte onde se introduzem algumas personagens de contos de Perrault como O Gato das Botas, O Capuchinho Vermelho, entre outros.

O bailado A Bela Adormecida inclui prólogo e três actos que conta com a coreografia de Marius Petipa, o libreto de Ivan A. Vsevolojsky e a música de Piotr Tchaikovsky.

Grupo/Bailarinos: Ballet Estatal Ucraniano de Jarkov
Coreografia: Marius Petipa
Endereço: Rua Passos Manuel 137, 4000-385 PORTO
Concelho: Porto
Distrito: Porto
Telefone: 223394948
URL: www.coliseudoporto.pt

Miami City Ballet está confirmado no Festival de Dança de Goiás

Miami City Ballet está confirmado no Festival de Dança de Goiás


O Festival Internacional de Dança de Goiás 2012, será realizado de 6 a 10 de junho próximo, no Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON), em Goiânia. O evento realizado pelo Governo de Goiás é uma parceria entre o CCON e a Goiás Turismo. A organização espera receber aproximadamente quatro mil bailarinos de todo o Brasil, além de representantes de Cuba, Argentina, Chile, Estados Unidos e França.

A abertura ficará a cargo da São Paulo Companhia de Dança, às 20 horas, do dia 6, que se apresentará pela primeira vez em Goiânia. Também estão confirmadas as participações do grupo norte-americano Miami City Ballet e da Mimulus Companhia de Dança, de Minas Gerais.

A concepção do projeto é da diretora de Infraestrutura e Operações Turísticas da Goiás Turismo, Sandra Méndez, em agosto do ano passado. "A ideia é inserir o Festival de Dança no calendário anual de eventos culturais do Estado, o qual resultará na promoção de Goiás como referência internacional em eventos culturais", afirma. Ela fez o convite para as irmãs Ariadna e Gisela Vaz, da Dançarte Companhia de Dança, que aceitaram participar. As duas são coordenadoras do evento.

Sandra se inspirou no Festival de Joinville (SC), considerado o de maior expressão no País. Segundo ela, o evento irá permitir a interação entre artistas e bailarinos. "Será um evento que vai além das apresentações. Os artistas e bailarinos terão o seu momento de qualificação, por meio das oficinas e workshops oferecidos no espaço", diz.

Programação
Estão previstas apresentações de mostras competitiva e paralela, mesas redondas, seminários e Feira de Dança, em que serão comercializados artigos da área, como livros, revistas, roupas, sapatilhas, entre outros. Paralelamente, haverá Mostra do Governo de Goiás, por meio do CCON e da Goiás Turismo. As informações completas estão no site do festival.

Fonte do rss

II FESTCAMPOS.

O Instituto Barracão Cultural e a Vanessa Balet realizarão nos dias 19 e 20 de maio, no Auditório Cláudio Santoro o II FESTCAMPOS.

Na abertura do evento, dia 18 de maio, serão realizadas duas apresentações: a primeira será as 15h, com o Grupo de Dança da Vanessa Ballet para os alunos da rede municipal, com entrada franca, onde o espetáculo proporcionará para as crianças, além da valorização da cultura e da arte da dança, a oportunidade de conhecer o Auditório Cláudio Santoro e o Museu Felícia Leiner. A segunda acontecerá as 20h e será aberto ao público com todas as modalidades, desde do baby class até o jazz adulto. Esta última apresentação será em homenagem ao Dia das Mães.

O objetivo do Instituto Vanessa Ballet, em fazer um espetáculo gratuito aberto às crianças da rede municipal, é levar a arte, através da linguagem da dança, para as crianças que estejam frequentando a escola, a fim de agregar conhecimento cultural para crianças e jovens de nossa cidade.

Sobre o Instituto Barracão Cultural
É uma organização não governamental que promove o desenvolvimento humano, visando desenvolver ações constantes que promovam a cultura no município, uma fonte de enriquecimento educacional para crianças, jovens e adultos do município de Campos do Jordão.

Sobre o II Festival de Dança de Campos do Jordão
Participarão do evento mais de 500 pessoas entre diretores de escolas, bailarinos, pais de bailarinos e simpatizantes pela dança. O festival terá apresentações com diversas modalidades: ballet clássico livre, ballet clássico de repertório, jazz, contemporâneo, sapateado, estilo livre, além de serem divididas por categorias e gêneros.

Os trabalhos coreográficos das escolas serão avaliados por três grandes jurados: Katiah Rocha (professora de Ballet Clássico da Escola de Bailado de São Paulo), Paulo Vinícius (Professor da Escola de Bailado de São Paulo) e Edson Santos (Diretor da Cia Independente de São Paulo).

Todos os participantes receberão certificados de participação do II FESTCAMPOS e, terão a oportunidade de participarem dos workshops de ballet clássico ministrado pela professora Katiah Rocha, de Jazz e pelo Professor Edson Santos, e Técnica Masculina com o professor Paulo Vinícius.







Veridianna Balzano