COMPANHIA SUISSA HERMESDANCE EM SÃO PAULO

TEATRO DE DANÇA recebe a companhia suíça Hermesdance,




que pela primeira vez se apresenta em solo brasileiro















A estreia da HERMESDANCE no Brasil coincide com o Dia Nacional da Suíça, uma

data tradicional



comemorada no país. Espetáculos se debruçam sobre a essência humana.






      (Coreografia_Karin_Hermes_-_Company_hermesdance_-_3_-_Dampfzentrale_Berne-Mars_2010_Foto_©_Oliver_Menge.)





A partir de 1º de agosto de 2010, o TEATRO DE DANÇA (instituição da


Secretaria Estadual de Cultura de São Paulo e gerenciada pela Associação

Paulista de Amigos da Arte - APAA) recebe uma atração internacional. A

companhia suíça HERMESDANCE apresenta-se pela primeira vez no Brasil com

duas coreografias: “Betwixt and Between - Diálogo com ‘Rooms’” e “Hic

Salta!”. A temporada da companhia no TD termina no dia 8 de agosto.







Sob direção da coreógrafa e dançarina Karin Hermes, a HERMESDANCE tem uma

vasta bagagem que inclui espetáculos realizados em Paris, Israel, Alemanha e

diversas cidades da Suíça, sempre com trabalhos que giram em torno de temas

que discutem a essência humana.







A música, realizada ao vivo, tem um papel vital em seus espetáculos, sempre

criada em um estreito processo criativo e colaborativo com os músicos. Antes

de chegar aos palcos do TD, "Betwixt and Between” teve estreia em Paris, em

3 de abril de 2008 no Centro Nacional da Dança, Pantin/Paris/França, e na

Suiça, em Berna, no dia 24 de abril do mesmo ano, no Forum Zentrum Paul

Klee. “Hic Salta!“ é a última produção da companhia, estreou em 06 de março

de 2010, no Festival Heimspiel da Dampfzentrale em Berna/Suíça.







As coreografias



“Betwixt and Between - Diálogo com ‘Rooms’” – A partir de “Rooms”, de 1955,

de Anna Sokolow, Karin Hermes criou “Betwixt and Between - Diálogo com

‘Rooms’”. O tema básico de “Rooms” é a solidão humana em uma cidade grande.

Em 2008, Hermes criou a coreografia atual a partir de temas contemporâneos:

um tempo de globalidade e pluralidade em que as pessoas perdem-se num jogo,

tornando-se prisioneiros de suas próprias ansiedades. A partir do livro “Ich

und Du“ (Eu e Você), do filósofo Martin Buber, novas perspectivas se abriram

na atual coreografia, inspirando tanto a coreógrafa como os bailarinos no

processo criativo. Segundo Buber, “A palavra básica eu-você só pode ser

pronunciada pelo ser completo. A reunião e fusão para alcançar a totalidade

não pode ocorrer nunca através de mim e não pode ocorrer nunca sem mim. Tudo

que é real, é encontro.” A coreografia procura saber até que ponto a nossa

solidão é consequência do desejo da busca da totalidade.







“Hic salta!” é o resultado da pesquisa sobre a luta pelo Outro. Dança,

música, cenário e texto estão entrelaçados entre si. Música e texto

representam um papel central na coreografia. As três composições de Daniel

Glaus na “In hora mortis” e os fragmentos do texto de Elham Manea

representam um papel central na coreografia. O conflito com o Outro acontece

em cinco tentativas: 1. o Outro em Você; 2. o Outro em Mim; 3. o Outro em um

Terceiro; 4. o Outro no Fazer e 5. o Outro no Inatingível, no

Incompreensível. Estas cinco tentativas conectam-se umas às outras, não

podem ser isoladas, postas em sequência linear. Karin Hermes explica a busca

do Outro na coreografia: “Só podemos encontrar o Outro quando percebemos

nossa própria individualidade, quando percebemos que não somos um objeto

fixo, que podemos permitir complexidade, permanecer em movimento e deixar

crescer uma rede, um tecido. Este complexo entrelaçamento que surge é tão

invisível como o entrelaçamento das raízes sob a terra. Visíveis são somente

as flores. As tulipas e as flores utilizadas no espetáculo pertencem à

família dos lírios. As flores simbolizam a vida além da lógica binária, e o

lírio expressa a misericórdia”.







Breve Histórico da Companhia







Fundada em 2007, por Karin Hermes, que anteriormente foi diretora artística

do conjunto de repertório Atempo. Sediada em Berna, a Hermesdance

apresentou-se em Paris, Tel Aviv, Essen e várias cidades da Suíça. A

companhia e sua coreógrafa foram artistas residentes no Centro Nacional da

Dança em Pantin/Paris em 2008, tendo inovado o trabalho com as linguagens

coreográficas do século XX, desenvolvendo uma voz própria. Suas peças giram

em torno de temas sobre a essência humana. A música tem um papel vital

nestes trabalhos e é criada em estreita colaboração com os músicos, ao vivo.







Karin Hermes



Formada bailarina em Zurich na Balletakademie e na escola do American Ballet

em Nova Iorque, estudou dança educativa na escola de Música em

Colônia/Alemanha (Musikhochschule Köln), tendo se especializado em análise

do movimento/notação Laban no Conservatoire Nationale Supérieur de Musique

et de Danse de Paris.











Ficha Técnica de Betwixt and Between – ‘Diálogo com ‘Rooms’







Direção artística e coreografia: Karin Hermes



Música: Jonas Tauber, interpretado por Reto Staub e Ali Salvioni Dança:

Lucas Balegno, Sebastian Gehrke, Deborah Hofstetter, Agata Lawniczak, Marco

Volta Cenário: Jan Messerli Iluminação: Fiona Zolg Costumes: Nathalie Pellon

Instalação de vídeo: Daniel Schneeberger Fotos: Marc Grémillon, Oliver

Menge, Vincent Jeannot Webmaster: Brainyweb Françoise Horle Gráfica: Lorenz

Jaggi Imprensa: Regula Jaun Organização da Turnê: Nathalie Chavanne







Uma co-produção de hermesdance com o Centro Nacional de Dança, Pantin/Paris







Ficha Técnica de Hic salta!







Direção artística: Karin Hermes



Coreografia: Karin Hermes, com colaboração dos bailarinos Lucas Balegno,

Sebastian Gehrke, Deborah Hofstetter, Agata Lawniczak, Marco Volta Música:

Daniel Glaus “In hora mortis” e improvisações interpretadas por Jonas

Tauber, Reto Staub e Ali Salvioni (live) Textos: Elham Manea Cenário: Carmen

Perrin. Costumes: Carmen Perrin, Nathalie Pellon Iluminação: Fiona Zolg

Florista: Salome Berger Imprensa: Regula Jauner Organização da turnê:

Nathalie Chavanne Webmaster: Françoise Horle Convidado no processo

artístico: Pierre Claver Mabiala Estagiária: Lydia Chrisman







Apoio para produção: Departamento de Cultura do Cantão de Berna, Comuna de

Berna, SWISSLOS, Secretaria de cultura da cidade de Berna, Pro Helvetia –

Fundação Cultural Suíça, Migros Fundação Cultural, SIS – Fundação suíça de

intérpretes, Créafloristique Berna, Fundação Stanley Thomas Johnson. Uma

produção de hermesdance.







1 a 8 de agosto – terça, quarta e sexta às 21h, sábado às 20h, domingo às

18h



60 minutos, livre, entrada franca







ESTREIA NO BRASIL dia 1º de Agosto de 2010







Cia. Hermesdance / Berna – Suíça





Direção: Karin Hermes










TD - Teatro de Dança - Secretaria de Estado da Cultura



APAA - Associação Paulista dos Amigos da Arte



Avenida Ipiranga, 344 - Subsolo, Edifício Itália - São Paulo, SP, Brasil -

Metrô República - Email:

info.teatrodedanca@apaa.org.br Telefone da bilheteria: 2189 2555 ///

Informações: 2189 2557 Capacidade: 278 lugares/Ar-condicionado

///Acessibilidade para pessoas com necessidades especiais ///

Estacionamento: R$ 15,00 com manobrista /// Bilheteria, abertura: Vendas

para o dia do espetáculo - 4ª a domingo, a partir das 14h///

www.teatrodedanca.org.br







O Teatro de Dança tem apoio da Folha de São Paulo, Leonor Flores, Circolo

Italiano, Luna Di Capri e Planeta´s. No programa "Prêmio Teatro de Dança",

conta com o apoio do SESC São Paulo e da Secretaria Municipal de Cultura.

Comentários

*May Lopes disse…
Ai que saco!
Pq eu não moro em Sampa?
=(

Postagens mais visitadas deste blog

"Lista de Bailarinos Famosos "

Bailarino Frederico Loureiro vence bronze em Helsínquia

História da dança cênica.....